sábado, 30 de julho de 2011

FRASES ENGRAÇADAS SOBRE ADULTÉRIO





*Dois homens traídos pela mesma mulher tornam-se uma espécie de parentes.

                    Alfred Capus

*Alguns homens só servem para ser  cornos , e, mesmo assim  precisam da ajuda da mulher.
                              Feydeau
*O adultério é a democracia aplicada ao amor.
                                          Mencken
*O marido enganado é um homem que se engana com a mulher que o engana.
                             Stanislaw Ponte Preta
*Meu melhor amigo fugiu com a minha mulher.E quer saber?Sinto falta dele.
                       H.Youngman

*Quando você chega em casa de madrugada e sua mulher nem reclama é porque já  é tarde demais.
                                     Millôr Fernandes
*Mulher de amigo meu prá mim é ótimo.
                                     Falcão
*Todo marido tem a  infidelidade que merece.


                        Zelda Popkin











BARATO E CONFORTÁVEL


                  
Viajar como” durista”,com pouco dinheiro?

Hospede-se num albergue.

Esqueça aquele lugar bagunçado,sujo e inseguro.

Os albergues modernos como os do HIHOSTEL BRASIL ,rede mundial de albergues da juventude com 95 unidades no Brasil são limpos,confortáveis e divertidos.
Eu mesma sou membro do IYHF (International Youth Hostel Federation) com sede em Londres e, embora nunca os tenha usado como opção de hospedagem sei que são muito confortáveis e limpos.
Para se hospedar precisa ter a carteirinha de alberguista que pode ser feita no site  hostel.org.br.
Em média o preço das diárias vão de R$15 a R$40 por pessoa.



Hostal de los Reyes Catolicos,parador em Santiago de Compostela,Espanha.






                    CINEMA
     ASSALTO AO BANCO CENTRAL






Nos últimos anos ir ao cinema para ver uma produção nacional tem sido cada vez uma surpresa nova. E sempre boas surpresas, é bom dizer.Assalto ao Banco Central não é diferente. Inspirado em fatos reais: um roubo ao Banco Central de Fortaleza, CE, onde bandidos, por meio de um insólito túnel, levaram 164 milhões de reais dos cofres públicos. Quem eram essas pessoas? E o que aconteceu com elas depois? Essas duas perguntas orientam a trama, que conseguiu a façanha de olhar os dois lados e não dar partido a ninguém. Bandidos são bandidos, mas também precisam ganhar um "dinheirinho honesto", nas palavras de Mineiro, personagem vivido por Eriberto Leão. A história começa com Barão (Milhem Cortaz, de Tropa de Elite 1 e 2), um chefão do crime, bem relacionado e inteligente, e sua namorada Carla (Hermila Guedes) idealizando o crime, e acompanha o passo a passo desde a reunião da equipe certa, ao planejamento e à execução. Mas não para por aí. Poderemos acompanhar também o desfecho dos novos milionários do crime. E para deleite da plateia, eles não vão se dar bem, não. Simultaneamente acompanhamos a investigação policial que tenta desvendar o roubo e capturar os criminosos. Dirigida por um impecável Lima Duarte na pele do detetive Chico Amorim, e auxiliada por Telma (Giulia Gam), a equipe da Polícia Federal vai grampear telefones, fazer exames de DNA e seguir o faro de Amorim até achar os bandidos.
O roteiro é muito bem amarrado, a produção é primorosa, e ainda que lhe falte o brilho e o detalhismo dos policiais do cinema mundial  principalmente na fotografia –, o talento do elenco e os diálogos bem amarrados superam tudo. A trilha sonora está perfeita, bem pontuada e ajuda a criar o clima certo de ação, e aquela pitada de comédia que gostamos de ver. Piadas inteligentes, sacadas agradáveis, e um ritmo que segue muito bem até a conclusão do roubo. De lá há uma pequena quebrada no roteiro, com algumas passagens que poderiam ser removidas, mas não desmerecem a produção, pois logo o filme volta a seu ritmo e a audiência se anima, esperando o desfecho.

Assalto ao Banco Central é um filme que merece ser visto e aplaudido. É prova de que o cinema nacional é capaz de proporcionar entretenimento sadio. Pegue a pipoca e o refrigerante, escolha seu lado  bandido ou mocinho?  e divirta-se.
Extraído do site:www.cinema na rede 





ARTE EM CHEQUES!
NOVA UTILIDADE PARA OS TALÕES




            O que dá mais transtorno.




Esse deve ser baiano.
Esse é a cara do Brasil

Sem legendas...


Precisa dizer alguma coisa?







domingo, 17 de julho de 2011



Observando meu velho cachorrinho ora com 18 anos fico pensando se a sabedoria não foi um grande mal para os homens.
Em algum momento da nossa evolução provavelmente tivemos algum desarranjo no cérebro que nos levou a pensar  e isso fez toda a diferença.
O pitecanthropus erectus vivia  tranqüilo como todos os animais da sua espécie até  que se deu esse terrível acidente que mudou a humanidade para sempre.
Começamos a pensar e  portanto a questionar,a decidir por nós mesmos,a criar divergências e a procurar nosso próprio sustento.
Não creio que esse fato ocorresse pelo simples degustar de uma  maçã,fruta  excelente,mas,sem gosto,não é como uma manga rosa por exemplo.
E, aliás,se o bom deus quisesse que o homem se resguardasse para que colocaria duas tentações de uma vez  perto do coitado,a mulher e a maçã,ambas deliciosas e provocativas para alguns...
Mas, voltando a Billie,meu cachorro;apesar de alquebrado pela idade  ele não parece se preocupar com a morte e talvez, nem saiba o que é isso; viveu sua vida,saltou nos parques,nadou nas águas tranqüilas da Boa Viagem,comeu sua ração e não desgruda de mim nem um segundo.
_Você lhe transmite confiança,diz meu marido.Para ele ,devo ser uma espécie de deus que  provém todo o conforto da sua existência.
Mas, ele não reza prá mim,nada me suplica,apenas me olha com seu olhar doce como só os cachorros  sabem ter e se deixa ficar sempre ao meu lado,minha sombra e meu encanto.
Verifico vida parecida nas abelhas que já nascem programadas para voar,produzir mel e cera e picar quem invada seu espaço;ou as aves que voam e pousam sem radares,computadores,campos de pouso ou acidentes aéreos;ou os lírios dos campos que não tecem nem fiam e exorbitam a beleza das vestes de Salomão...
Nenhum deles precisa da sabedoria ensinada nas escolas,nem de mestrado ou doutorado,nem de escrever bobagens e passar para a posteridade como um grande pensador.
Quando alguém me visita e o afaga Billie não pergunta se é católico, evangélico ou  espírita ,nem se acredita na vida eterna.Não se preocupa se é hétero ou gay;se escreve certo por linhas tortas como um deus ou se escreve torto como quer o MEC ou, ao menos ,se sabe escrever.
O que ele quer é atenção e carinho, como, aliás,todos nós.
Só que graças á nossa inteligência (!) desenvolvida complicamos tudo; discriminamos,exigimos, corrompemos, especulamos, não falamos com os feios, ou seja,aqueles cujas idéias não batem com a nossa.
Esquecemos de respeitar nossos semelhantes e esse fato foi o que de pior podia nos acontecer...


quarta-feira, 6 de julho de 2011

AS MAIS BELAS CIDADES DO MUNDO: LISBOA



“Ó terras de Portugal
Ó terras onde eu nasci
Por muito que goste delas
Inda gosto mais de ti.”
(Fernando Pessoa)

A capital de Portugal, famosa por seus belíssimos monumentos,conta com 489.562 habitantes e concentra 27%  da população do pais.
A cidade está situada à margem direita do Tejo,que forma um vasto estuário e um porto admirável.
Uma das mais importantes capitais da Europa,Lisboa possui muitos monumentos magníficos como os Jerônimos,  cujo claustro é considerado um dos mais belos do mundo,herança do período colonial,quando Portugal dominava  grande parte do planeta.
Lisboa foi habitada pelos iberos, possivelmente por fenícios e certamente pelos celtas,que através de casamentos inter-raciais acabaram  ocupando a região e construindo uma cidade originalmente chamada”Allis Ubbo”,ou porto seguro pelos fenícios ou,segundo outras fontes,seu nome vem de Lisso ou Lucio,que era como os romanos chamavam o Tejo.



Uma lenda afirma que Lisboa foi fundada por Ulisses,por isso os gregos a chamavam “Olissipo”.
Essa cidade,”cheia de encanto e beleza”,é muito rica em monumentos históricos como o Castelo de São Jorge,a Torre de Belém,o Monumento ao Descobrimento,palácios magníficos e cheios de História,estátuas,conventos ,monastérios, museus,aprazíveis jardins,belas avenidas e pontes como a Vasco da Gama e a 25 de Abril.

Os bairros são uma atração à parte:  Alfama, Bairro Alto,o Chiado, a Sé, a Baixa ,que se pode conhecer tomando o autocar,o famoso bondinho dourado e lindo,que nos apresenta à Velha Lisboa,cuja beleza antiga nos enche de respeito e contrição.
De repente, o Tejo desponta,com seu cheiro peculiar e o gosto de saudade,aquele rio memorável de onde partia as naus a conquistar o mundo.

Ainda Pessoa:
“O Tejo tem grandes navios
E navega neles ainda,
Para aqueles que vêm em tudo o que lá não está,
A  memória  das naus.”
Voltarei a falar de Lisboa guiado pelo meu amor por ela: a gastronomia, o fado,os arredores,Cascais,Sintra,onde se comem as deliciosas queijadinhas que Eça tanto amava,Mafra,com seu convento majestoso...

São tantas as atrações,que eu precisaria de um alfarrábio para cantar todas elas.

Paro para respirar e vou ao Largo do Chiado sentar ao pé de Fernando Pessoa e oferecer-lhe um cigarro.E ele me diz:
-Deus quer,o homem sonha,a obra nasce”...
Estará aí o segredo da Literatura?